Aparelho Cerâmico (Porcelana)

Aparelho Cerâmico (Porcelana)

Os aparelhos cerâmicos fazem parte dos chamados “aparelhos estéticos”, que têm a mesma funcionalidade dos tradicionais porém evitam o “sorriso metálico”, sendo uma opção principalmente por pacientes adultos. A indicação de uso deve ser discutida com o dentista, que também irá considerar a extensão do tratamento para verificar se há possibilidade de utilização dos aparelhos cerâmicos.

Os braquetes cerâmicos são produzidos com ligas minerais policristalinas, materiais de coloração semelhante a dos dentes que os tornam mais discretos e até imperceptíveis a determinadas distâncias. São considerados mais resistentes em comparação aos metálicos e até a outros aparelhos estéticos, como os braquetes produzidos com policarbonato. Apresentam menor índice de quebras e descolamentos e atualmente existem adaptações mais modernas que reduzem o atrito entre os braquetes e os fios, resultando em maior conforto.

Outra vantagem dos aparelhos cerâmicos é a resistência a manchas, com manutenção da coloração original dos braquetes durante o tratamento.  No entanto, isso também dependerá dos hábitos do paciente e da ingestão de alimentos que podem interferir na coloração dos braquetes, como chás, cafés, vinho tinto e ketchup, por exemplo.