Contenção Periodontal

Contenção Periodontal

É um tratamento utilizado para dentes que se encontram com mobilidade devido às doenças periodontais prévias, traumas ou outras causas. Os especialistas realizam a estabilização do dente em risco, garantindo sua fixação e estabilidade durante a mastigação e a fala. O procedimento pode ser temporário, permitindo a recuperação dos tecidos enquanto ocorre a continuidade do tratamento, ou permanente.

Existem diversas técnicas para promover a contenção periodontal, que são avaliadas caso a caso. Contudo, todas se baseiam na identificação de estruturas não afetadas e que possam permitir a estabilização, além de permitir a adequada higienização da região. Para promover a contenção, podem ser utilizados sistemas adesivos, fios de aço e materiais resinosos, por exemplo, associados a aparelhos, próteses ou placas.

Um dos métodos mais conhecidos é a esplintagem, na qual os dentes são fixados uns aos outros por meio de fibras nas quais há aplicação de resina. Esse procedimento tem boa aceitação estética e promove a estabilidade, principalmente em situações em que há excessiva mobilidade causada por disfunções nos tecidos que promovem a fixação dos dentes (periodonto).

A doença periodontal é uma patologia crônica que afeta  a gengiva e o suporte ósseo dos dentes. Para evitar o seu desenvolvimento, a adequada higienização dos dentes, com escovação diária após as refeições e uso do fio dental nas gengivas é a estratégia mais indicada. Converse com seu dentista para verificar se você têm realizado os procedimentos da forma mais indicada, investindo na prevenção.